Ir para conteúdo
Formações
Rank Group icon
Equipa Group icon

Waki

1º Cabo
  • Total de itens

    32
  • Donativos

    0.00 EUR 
  • Registado em

  • Últ. visita

  • Days Won

    1

Histórico de Reputação

  1. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em Evento Internacional: "OPEX MALDEN" by R3F   
    30/11/2019
     

     
     
     
     
     
     
  2. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em Evento Internacional: "OPEX MALDEN" by R3F   
    Bom dia pessoal,
     
    Com o término da votação, informamos que a data do evento será a 30/11/2019, intel disponibilizada:
     
    "
    Olá ARMALUSA,
     
    Para informação
    A carta será MALDEN.
    A missão, provavelmente, será baseada em tomar cidades com toda a logística militar entre cada cidade. Tudo dependerá, é claro, do número de jogadores.
    (...)
    Atenciosamente.
    "
     
    Mais informações brevemente.
     
  3. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em Evento Internacional: "OPEX MALDEN" by R3F   
    Bom dia Armalusa,
    Fomos convidados pela Comunidade Francesa de Arma 3 R3F -  http://team-r3f.org/ , para um evento internacional, e foi-nos proposto as  duas datas abaixo e precisamos de saber qual a vossa preferência, para agendarmos com maior número de elementos possível.
     
    Cumprimentos.
     
    ** IMPORTANTE**  votação activa até dia 20/10/2019
  4. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em OPERAÇÃO WHITEGULF   
    Boa noite pessoal,
     
    Aquando ataque da missão passada, foi capturado um membro do "Clan Walker", um Clã aliado ao Clan del Golfo (CDG). Sobre 'pressão' do Exército Colombiano, revelou que os danos causados pela força Armalusa, chegaram aos ouvidos de Luis Antonio Sanjuan "Pácora" - Responsável pelo financiamento do CDG. Sabemos que o mesmo se vai reunir com alguém importante - não sabemos quem, numa antiga base militar, perto do Castelo de Clan Walker (origem do nome do Clan Walker). 
     
     O acesso a esta antiga base militar é Restrito, pelo que estava sob alçada da Polícia Colombiana, pelo que o facto do Pácora se reunir lá, é bem possível que tenhamos uma ovelha negra a operar na nossa sombra. Esta missão será de carácter SECRETO, pelo que serão adotados os procedimentos OPSEC.
     
     
    = OPERAÇÃO FARRUSCO =
     
     
    A nossa missão principal é capturar VIVO OU MORTO Luis Antonio Sanjuan - Nome de código "PÁCORA";
    Objetivo secundário é descobrir quem é a ovelha negra.

     
    10102019:

    > Reabastecimento do pessoal e dos veículos;
     
    > Dado o carácter da missão, apenas a AL e o Exército Colombiano sabem da missão. Equipas vão-se deslocar para o Ponto 1, um hangar abandonado na Pos. 045146. 
    Conforme imagens de drone abaixo, sabe-se que foram estabelecidos dois pontos de bastante interesse: 
    - no ponto 2 "TORRE" existe um ponto de observação fulcral do Clan Walker, que terá ser tomado, e que servirá de "Overwatch" para o ponto 6 "COIRO";
    - no ponto 4 "RUIVO" existe uma torre de comunicações "pirata", que terá que ser destruída, de modo a que as milícias que estejam a operar nas imediações, não sejam alertadas.
     
     
     

     
    > LOBO: Vão ter 2 camiões civis no Ponto 1, que vão utilizar para se moverem até à "ESTRELA" - Uma antiga posição radar, que vai servir de ponto de partida para o ponto 6 "COIRO" - Vão ser a equipa de "Breaching" de dia 11/10.
    NOTA IMPORTANTE: só existe 1 estrada de entrada e saída, ninguém deve ser daquela posição a partir do momento do assalto;
     
    > LINCE: Fazer o reconhecimento da "TORRE", para tomar na missão de 11/10;
     
    > MORCEGO: Fazer o reconhecimento do "RUIVO", para tomar na missão de 11/10;
     
    > JAGUARES: Vão ter ao vosso dispor um Drone "YABHON-R3" - Missão de reconhecimento da AO, podendo recorrer a qualquer helicóptero ao vosso dispor - NÃO ENTRAR DENTRO DO PERÍMETRO COMPREENDIDO ENTRE OS PONTOS 2, 3 e 4.
     
    11102019 = OPERAÇÃO FARRUSCO =
     
    > LINCE: Tomar o ponto "TORRE", e providenciar o visual sobre o "COIRO" - Estão autorizados a utilizar a AWM.
     
    > MORCEGO: Neutralização da torre de comunicações "RUIVO", com recurso a Explosivos, pelo que terá de ser corretamente cordenado com o início do assalto ao ponto "COIRO".
    Ambas as equipas Lince e Morcego, deverão auxiliar a LOBO em qualquer ação necessária, aquando o assalto.
     
    > LOBO: Fazer o assalto o "COIRO", neutralizar qualquer ameaça, procurar pelo "PÁCORA".
     
    > JAGUAR: Providenciar overwatch com o "YABHON-R3", e manter no ar um heli com capacidade MEDEVAC/CAS. Podem utilizar o F16 caso necessitem.
     - Vamos ter o auxílio do Exército Colombiano, que vai atacar objs secundários em redor da nossa AO. Deverão auxiliar com CAS.
     

     

  5. Haha
    Waki deu reputação a SaLaZaR em OPERAÇÃO WHITEGULF   
    Boa Noite,
     
    Segue a lista dos HVT do ELN e do CDG:
     
     

     
     

    ELN
     
                                                                                                         1)                                                   2)                                                        3)

     
     
     
    1) NICOLAS RODRIGUEZ BAUTISTA "GABINO" - Lider da ELN
    2) Ellecer Herlinto Acosta "ANTONIO GARCIA" - Braço direito de "Gabino", e líder militar da ELN
    3) Gustavo Anibal Quinchia "PABLITO" - Responsável máximo da contabilidade da ELN.
     
     
    Cartel del Golfo
     
     
                                                                                                           1)                                                       2)                                                   3)                                      

     
     
    1) Dairo Antonio David "Otoniel" - Lider do CLG
    2) Luis Antonio Sanjuan "Pácora" - Responsável pelo financiamento do CDG.
    3)Miguel Botache Santanilla "GENTIL DUARTE" - Líder Militar do CDG
     
     
     
  6. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em OPERAÇÃO WHITEGULF   
    Boa Noite a todos, 
     

     
    Após o julgamento de “El Chapo”, em reunião com a DEA e vários representantes dos governos do México, Colômbia, Venezuela e Equador, com a ONU, foi decidido a implementação da Operação “WhiteGulf” para travar a crescente vaga de crimes e tráfico de estupefacientes. Plantações de drogas, tráfico de Armas, tráfico humano, lavagem de dinheiro, corrupção e associação criminosa são os pontos chave determinados a funcionar como objectivos principais desta operação.
     Embora os altos dirigentes da ONU desaconselham veementemente a intervenção militar contra estes crimes mas os representantes dos governos e a DEA, conseguiram demonstrar que os cartéis representam e funcionam como pequenos exércitos e como tal, deve ser combatido pela mesma força (militar).
     O Presidente da Colombia Iván Duque Márquez quer por força mostrar ao mundo que ao contrário de alguns dos seus antecessores, ele está isento de qualquer tipo de ligação à corrupção que favorece o narcotráfico.
     
    Assim sendo, foi destacada a BRR portuguesa para intervir na Colômbia em cooperação com o governo e exército colombiano.
    O primeiro objectivo é desmantelar o cartel Clan del Golfo (aliado do cartel Sinaloa de “El Chapo”, no México).
     O ELN vem por acréscimo por ser uma força paramilitar com ideologias de extrema-esquerda que quer uma Revolução de Cuba na colômbia, e quer derrubar o sistema democrático e dominar zonas chave da Colômbia. Muitas dessas zonas são dominadas pelos cartéis. O ELN que tomar posse das zonas que são verdadeiras rotas de narcotráfico para poderem financiar-se para a sua luta. Essas rotas estão na posse do Clan del Golfo, o que torna este Clan um inimigo da ELN.
     
    Forças Aliadas: Exército Colombiano ; Polícia Nacional Colombiana
     


     
    Forças Inimigas: Clan del Golfo (AGC) (1) ;  Exército Libertación Colombiana (ELN) (2)
    (1)

     
    (2)

     

    ELN - Uma parte significativa dos rendimentos do ELN advêm do "imposto de guerra", a que sujeita as companhias petrolíferas e eléctricas, e dos sequestros a troco de resgate. O ELN é responsável pela maioria dos sequestros na Colômbia. Até a morte de seu líder histórico,Manuel Perez, um padre espanhol que chefiou o movimento durante cerca duas décadas (até 1998), o ELN não se dedicava ao narcotráfico.
     
    O Observatório de Minas Anti-Pessoal coloca a hipótese não confirmada que o ELN, armam minas anti-pessoal com o objectivo de proteger os cultivos ilícitos de folha de coca para a fabricação de cocaína.
     
    Nos últimos anos o ELN tem-se incluído no negócio de mineração ilegal, isto é, aquela que não detém títulos mineiros nem control por parte do governo colombiano; principalmente na extorsão aos donos e exploradores destas minas ilegais, quem lhes paga uma percentagem do valor da sua exploração ou o direito de incluir retroescavadoras na sua área de influência, a troco de continuar a aproveitar os recursos naturais no subsolo.
     
    O principal recurso natural que se explora nestas minas ilegais é o ouro, das quais se crê que o ELN tem várias actividades de exploração directa, causando graves danos ao ecossistema de onde estão localizados estes depósitos, resultado do uso indiscriminado das rectroescavadoras para remover o subsolo dos bosques e a irresponsável disposição junto a fontes de água de mercúrio e cianeto, vitais para separar o ouro da terra removida, causando doenças na população civil.
    Pelo elevado custo do ouro no mercado internacional, converteu-se numa actividade igual ou mais rentável que o narcotráfico. Desde 2017 que se denuncia a presença na Venezuela do ELN e de dissidências das FARC, fazendo trabalhos como capatazes nas explorações de ouro, diamantes e coltan dos estados Bolívar, Apure e Amazonas; os dois últimos fronteiriços com a Colômbia, de onde estariam a trabalhar em aliança com o regime bolivariano para explorar os recursos minerais, transportá-los e entregá-los ao governo venezuelano, que agora recorre à exploração mineira como nova fonte de ingressos perante o declive da sua produção petrolífera, o que veio como consequência da crise económica, política e social que, em 2018, ainda padece o país vizinho, dando às Forças Armadas Venezuelanas um papel passivo fazendo-se “vista grossa” nos lugares onde estão os grupos ilegais colombianos.
     
     

    Clan Del Golfo (AGC) - A antiga Autodefensas Unidas de Colombia (AUC) foi uma organização paramilitar contra-insurgente e terrorista de extrema direita que participou no conflito armado interno na Colômbia, sendo o grupo criminoso a que foi atribuído o maior número de vítimas na Colômbia, com 94.754 assassinatos, incluindo mais do dobro de assassinatos cometidos pelas guerrilhas colombianas. Consolidou-se como um agrupamento paramilitar nos finais da década de 90 e o seu principal objectivo era, no início, combater organizações de esquerda ilegais como as FARC-EP, a ELN ou o ELP em várias regiões da Colômbia, aquelas que estavam controladas por várias facções do grupo guerrilheiro. Em 2006 desmobilizou-se o último dos 30150 homens que, segundo o alto comissário para a paz Luís Carlos Restrepo, pertenciam às AUC.
    A origem do grupo remonta a uma região chamada Urabá, um golfo localizado perto dos departamentos de Antioquia, Córdoba e Chocó, junto à fronteira com o Panamá, uma zona por onde se traficam drogas, devido a que são «corredores estratégicos» por onde se pode enviar mercadorias a outros destinos nacionais e internacionais.
     
    Ainda que as suas actividades começaram no Golfo do Urabá, a origem da organização está ligada a uma zona conhecida como Orinoquía ou os Llanos Orientales, de onde o narco-paramilitar Daniel Rendrón Herrera conhecido por Don Mario realizava todo o tipo de operações no Bloque Centauros, uma facção militar das AUC.
    Para as AUC, os Llanos sempre foram um corredor estratégico, um lugar onde se realizaram actos criminosos. O sector petrolífero e rancheiro sofreu constantes ataques. Os paramilitares apoderaram-se militarmente da zona, onde também se cometeram extorsões. E em alguns casos se supervisionava a produção de cocaína, por meio de laboratórios clandestinos.
     Naquela época, vendedores e todo o tipo de pessoas vinculadas ao narcotráfico enfrentaram-se com a guerrilha das FARC pela zona estratégica dos LLanos Orientales. No final da década de 90, os paramilitares e chefes máximos das AUC, Carlos e Vicente Castaño, deram ordens às suas milícias com fim a controlar e operar todos os negócios relacionados com a droga, tarefa que também era feita pelas FARC. No início da década de 2000, Carlos e Vicente propõem vender um dos seus esquadrões militares a Miguel Arroyave, um narcotraficante que finalmente conseguiu a compra do esquadrão por US $ 7.000.000. Sob a supervisão de Arroyave e Rendón, o Bloque Centauros estabeleceu-se como uma das facções guerrilheiras mais importantes das AUC. 
    O seu objectivo principal estava relacionado com o negócio do narcotráfico, também extorquiam empresários e pessoas dedicadas ao sector agrícola, assim como, os membros do grupo estabeleceram o chamado «imposto revolucionário» como sistema de financiamento. A extorsão também se estendeu a todas aquelas pessoas que comercializavam qualquer tipo de produtos, incluindo empresas petrolíferas que chegaram a pagar $20.000.000 mensais, segundo as declarações de vários ex-membros do grupo armado.
     
     O Bloque Centauros empreenderia uma série de ataques contra um grupo militar que actuava na zona, que era conhecido pelo nome de Autodefensas Campesinas de Caanare ( ACC). Uma das organizações mais antigas da Colômbia, liderada por Héctor José Buitrago Rodríguez. Durante 2004, a confrontação militar entre os dois grupos deixou uma grande quantidade de mortos, pelo menos 2000 pessoas perderam a vida. Finalmente, Daniel Rendón retirou-se para os Llanos Orientales, depois de várias discussões com MIguel Arroyave. Perante toda a situação sofrida, Daniel Rendón decidiu viajar ao golfo de Urabá.
    Uma vez localizado na região, consegue estabelecer contactos com o seu irmão Freddy Rendón Herrera, conhecido por El Aléman, outro narcoparamilitar e chefe máximo do denominado Bloque Elmer Cárdenas. No entanto, Miguel Arroyaves sofreu um atentado: membros das suas tropas decidiram assassiná-lo, com a ajuda de Pedro Oliviero Guerrero Castillo, um membro raso das AUC. Finalmente Freddy Rendón Herrera entregou-se às autoridades, enquanto o seu irmão Don Mario conseguiu estabelecer-se e controlar grande parte das actividades que anteriormente eram uma prioridade para Freddy. Uma das principais tarefas foi recrutar todo o pessoal possível que alguma vez trabalhara para o seu irmão, também falou com alguns membros da guerrilha do Ejército Popular de Liberación (EPL), com fim de vinculá-los e trabalhar sob o seu mandato. Uma vez consolidado dentro da região do Urabá, Don Mario enviou vários carregamentos de droga para a América Central, por meio de lanchas e botes. Até um máximo de vinte embarcações chegavam directamente ao seu destino. Daniel foi considerado « o capo do narcotráfico da Colômbia», segundo a opinião pública.
     
    Daniel Rendón tentou expandir o seu império, pelo que foi até ao Sul de Córdoba, pela região de Bajo Cauca, no Norte de Antioquia. Também viajou à cidade de Medellín, que estava controlada pela temida Oficina de Envigado (outro grupo criminoso e “descendente” do grupo de Pablo Escobar). Os homens de Daniel Rendón começaram uma luta contra os Paisas e pouco depois contra a Oficina de Envigado. A polícia culpou a organização de Daniel Rendón pelo homicídio de umas 3000 pessoas entre 2007 e 2009. A 15 de Abril de 2009, uma equipa de 300 comandos da polícia capturou Rendón numa quinta rural de Urabá. Depois da captura de Rendón, vários ex-membros do seu grupo foram trabalhar com os irmãos Úsuga David, Juan de Dios e Dario Antonio, dois ex-paramilitares de ranque médio que tinham trabalhado com Rendón desde a década de 90.
    Os irmãos começaram com uns 200 homens após a detenção de Rendón, e desde então conseguiram uma expansão territorial que abarca 182 municípios e também algumas zonas fronteiriças de outros países como a Venezuela, Equador e Panamá, onde se encontraram alguns membros.
    No início do mês de Janeiro de 2012, o chefe máximo do grupo, Juan de Dios é abatido pela polícia, numa quinta localizada no departamento de Chocó. Perante este eventual acontecimento, o Clã Úsuga empreendeu vários ataques contra as autoridades, como justificação da morte do seu chefe. O grupo destribuiu uma grande quantidade de panfletos ameaçadores e impediu a continuidade das actividades comerciais. Enquanto o seu irmão Dario Antonio finalmente ficou como chefe absoluto do grupo.
    Segundo a Corporação Novo Arco Íris, uma organização que promove a paz e o diálogo como resposta ao conflito armado na Colômbia, os do Clã Úsuga « são uma espécie de exército privado dos testa-de-ferro dos antigos paramilitares e estão a cobrar dívidas dos mesmos».
     
    O Clã Úsuga começou por denominar-se Clã Urabeños mas para evitar que pessoas que viviam em Urabá continuassem a ser conectadas com o Clã, passou a denominar-se Úsuga. No entanto Úsuga é um apelido disseminado por toda a Colômbia, daí que, alterou-se novamente a denominação e passou a ser Clã del Golfo já que a sua principal actividade centrava-se no Golfo de Urabá.
    Após a captura de Don Mario o clã para não perder a ala política que provinha ainda da antiga AUC, autodenominou-se Autodefensas Gaitanistas de Colómbia (AGC)
     
     
    Equipamentos:
    O equipamento pessoal será semelhante à campanha anterior, pelo que fizemos actualização ao armamento e ópticas, de acordo com o novo equipamento do Exército Português:
     

     
    Mapa da Área de Operações da FND Armalusa:
    De acordo com a informações obtida através da Polícia Nacional Colombiana, as áreas a Azul e Vermelho são as áreas onde se registaram maiores atividades dos Cartéis que vamos combater: 
     

     
    O Quartel-General (QG) da Armalusa, irá ficar sediado na Base Aérea Pathfinder.
     
     
    COMUNICAÇÕES:
    A VOSSA ATENÇÃO AOS CALLSIGNS:
     
    Comandos:         "MORCEGO"    SW - FREQ. 110MHZ
    Paraquedistas:  "LOBO"            SW - FREQ. 120MHZ
    Rangers:              "LINCE"            SW - FREQ. 130MHZ
    FAP:                      "JAGUAR"         LW - 30MHZ (Utilizar a frequência de Comando para solicitar a JAGUAR)
                                  "JAGUAR 1" Capitão @Luso ; "JAGUAR 2" @sandro1500 ; "JAGUAR 3" @1ºCb C. Martins
    COMANDO:    "GATO-BRAVO"   LW - 30MHZ
    EQUIPAS:                                      LW: 31MHZ
     
     
     
    LISTA DE MODS:
    https://steamcommunity.com/sharedfiles/filedetails/?id=1853090454
     
    Sem mais,
     
    Gato-Bravo Terminado.
     
     
     
  7. Thanks
    Waki recebeu reputação de SaLaZaR em Música! Que ouves tu!?   
    Isso é uma banda de porcos canibais ? xD muito bom xD
    Reformulo após ouvir 4 vezes, isto é uma banda de porquinhos canibais, com batas de talhante e chapéus de Chef de cousine francaise xD
  8. Like
    Waki deu reputação a Dark_Jak em Música! Que ouves tu!?   
    13 anos depois e sai mais uma obra prima. 
     
     
  9. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em MINUSS   
    "Operação Big Blue"

    Boa noite Armalusa,
     
    Conforme anunciado no Briefieng da semana, iremos ter a visita do Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, como tal, a FND foi destacada para assegurar a segurança da reunião entre o Secretário-Geral das Nações Unidas e os representantes das milícias e a força do regime, de modo chegar a um tratado de paz.
     
    Foi cedida autorização para entrada no Distrito do Sul. A reunião irá ser feita em Kyari Kinai.
     
    À semelhança de missões anteriores, trata-se de uma missão de carácter Muito Importante, pelo que a missão terá designação OPSEC.
     
    SGNU António Guterres - "Pintassilgo"
    Aeródromo Dr. Jones - "Área Zero"
    Mallumti Burin - "Whiskey1"
    Yusufari - "Wiskey2"
    Kyari Kinnai - "Foxhole"
    Balama Kurdi - "Greyzone"
    Checkpoints - "Astro 1-2-3-4-5-6"

    29082019:
    Comandos:
    > Irão ser transportados via helicóptero para o Campo Camará, para posteriormente fazer a deslocação para o Aeródromo Dr. Jones "Área Zero", através de viatura blindada PANDUR, e assegurar o perímetro do mesmo.
     
    Paras:
    > Irão ser transportados via helicóptero para o Campo Camará, para posteriormente fazer a deslocação para o Aeródromo Dr. Jones "Área Zero", através de viatura ligeira blindada HUMVEE, e assegurar o perímetro do mesmo;
    > Poderá ser necessário fazer deslocar parte da Força Paraquedista para o FOXHOLE, para auxilio dos OE's.
     
    Rangers:
    > Irão ser transportados para Aeródromo Dr. Jones "Área Zero", onde irão ter uma viatura ao vosso dispor, fazer a patrulha do traçado desde a Área Zero até ao FOXHOLE.
     
    JAGUARES:
    > Transporte das unidades, conforme acima descrito;
    > Patrulha aérea do Convoy desde Campo Camará, até Área Zero;
    > Após a "Área Zero", fazer RTB até a Main Base.
     
    30082019:
     
    Adotar o procedimento de transporte de HVT por meio de Convoy.
    - Convoy Leader: Ten @sneek
    - Callsign viaturas: "Victor" 
     
    Comandos:
    > Assegurar a dianteira do Convoy até FOXHOLE e assumir posição de perímetro em área a designar;
    Paras:
    > Assegurar a segurança do "Pintasilgo" até FOXHOLE e assumir posição de perímetro em área a designar;
    > Auxilio do perímetro dos OE's.
    Rangers:
    > Assumir posições estratégicas no FOXHOLE, até chegada do SGNU.
    Uma boa missão a todos!!
     
    JAGUARES:
    > Fazer o Transporte do "PINTASSILGO" desde a Main Base, até a Área Zero;
    > Fazer a segurança aérea do Convoy até "FOXHOLE", e espaço aéreo do mesmo, até a zona estiver segura.
     
    "Dos Fracos Não Reza a História"
    O COMANDO.  
  10. Confused
    Waki recebeu reputação de Pinho em Música! Que ouves tu!?   
    Esta musica é dedicada. A quem? Não interessa, é dedicada. xD
  11. Like
    Waki recebeu reputação de PeterSang em Música! Que ouves tu!?   
  12. Sad
    Waki deu reputação a PCanas em Música! Que ouves tu!?   
    Não, não faz muito o meu estilo...
  13. Like
    Waki recebeu reputação de Kerozen em Música! Que ouves tu!?   
    @PCanas já ouviste este ? O.O xDD curti x)
  14. Like
    Waki deu reputação a PeterSang em 3º Curso de Médico   
    Parabéns aos participantes do 3º Curso de Médico da Armalusa.
  15. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em MINUSS   
    Boa noite caríssimos,
     
    Seguem os últimos desenvolvimentos relativos à UNMISS:
     
     

     
     
    Está prevista a visita do Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, na semana de 26 a 30 de Agosto. Será uma semana vital para assegurar a paz no Sudão do Sul. 
    A FND Armalusa já foi notificada para assegurar a segurança da reunião, agendada para 30 de Agosto de 2019, em Kyari Kinnai - "Operação Big Blue".
    Esta semana, que antecede a visita de António Guterres, será uma semana de alta pressão.
     
    Segue o Briefieng para 22082019 e 23092019:
    Logística 22082019:
    Rangers:
    > Estão terminadas as operações no Sector Shark. Fazer a movimentação até ao Checkpoint "Lobo" - 118065. O Exfil será efetuado pelos Comandos.
     
    Comandos:
    > Movimentação para Mandalari. Fazer chegar o Engenheiro para junto dos Paras, por via aérea, para inativação do IED detetado;
    > Fazer a recolha dos OE´s na posição 118065 - Checkpoint "Lobo", e posterior movimentação para Mandalari, onde irão ser reabastecidos.
     
    Paraquedistas:
    > Patrulha apeada pela estrada que dá acesso ao conjunto de aldeias de Afofo;
    > Patrulha do Rio Nilo Branco, junto às aldeias remotas de Afofo.
     
    JAGUARES:
    > Transporte do elemento dos Comandos, para junto dos Paras, para posterior inativação do IED - LZ a designar em Mandalari;
    > Transporte de material de reabastecimento e Humanitário, que se vai encontrar na Main Base, para as LZ'z a designar pelos Paras, e posteriomente, pelos Comandos.

     
    23092019:
     
    Comandos:
    > No decorrer da missão anterior, um helicoptero da ONU foi abatido por uma unidade Anti Aérea, localizada algures na margem Norte do Rio Nilo Branco - Localizar e neutralizar a mesma.
     
    Paraquedistas:
    > Transporte de material humanitário para as aldeias remotas de Afofo. A posição centralizada de Afofo Bangoua é a mais indicada para largada do material, que depois será distribuído pelas restantes aldeias pelos respectivos aldeões;
    > Manutenção da paz e ordem durante a missão.
     
    Rangers:
    > De forma inesperada, a equipa de Comandos foi supreendida por uma roadblock em Douro. Não sabemos do que se trata aquela localização. Terão que fazer a movimentação a partir de Mandalari e investigar aquela localização.
     
    JAGUARES:
    A 28062019, a FND Armalusa foi chamada destacada de emergência para uma situação de tráfego de armamento no aeroporto "Dr. Jones". A investigação levada pela ONU revelou que o destino eram as forças do regime, que foi fornecido por um traficante russo, de quem não foi revelado o nome. Essa investigação culminou na captura de uma aeronave Li-2.
    > Designar 2 pilotos para o transporte do Li-2, que está na Main Base, até o Aeroporto Dr. Jones, e desembarque do material bélico a bordo. Estará ao vosso dispor fardamento da FA russa. Máxima cautela, e não deem muita conversa às forças do regime que vão estar à vossa espera;
    > Na vossa estadia, tentem fazer o máximo de reconhecimento possível, porque será o aeroporto de largada do Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, na Operação Big Blue;
    > Assegurar CAS e MEDEVAC assim que solicitado.
     
    Sem mais,
     
    O Comando.
  16. Like
    Waki deu reputação a PCanas em Música! Que ouves tu!?   
    Eu gosto, e sigo este canal.
     
     
  17. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em MINUSS   
    Boa Noite Caríssimos,
     
    Está-se a apertar o cerco às milícias que têm flagelado a Centro do país do Sudão do Sul. Com as operações das semanas passadas, conseguimos cortar o acesso das milícias às zonas Este e Central do país, assim como o cessar o tráfico de armas nesta zona do País.
     
    Segue o Briefing para os dias 01082019 e 02082019:
     
    01082019 - Logística:
     
    > Equipa "Alpha": Terá como função a detonação do depósito de explosivos em Samari, assegurando a segurança da vila antes e após a explosão;
     
    > Equipa "Bravo": Conforme referido anteriormente, o campo de cultivo de estupefacientes e respetiva fábrica de Salmari foram deixadas sem proteção, após o ataque de 26072019.
    Ponto 1: Assim sendo, terão que fazer deslocar uma das secções a Salmari, localizar e assegurar a fábrica de estupefacientes, para posterior deslocamento da Alpha para demolição da mesma; 
    Ponto 2: Fazer deslocar uma equipa ao "Campo Camará", para levantar o material necessário para a missão de 02082019: Material médico (imprescindível), munições, explosivos, etc.;
     
    > FA "Jaguares": Terão papel fulcral para localizar o acampamento onde possivelmente, estarão os civis raptados. De acordo com a intel obtida pelo HVT capturado pelos OE's, sabemos que esta milícia opera entre o Sudão do Sul e a Etiópia (Fronteira Oeste). A informação obtida refere que estão num acampamento improvisado numa área florestal, compreendido entre as cidades fronteiriças de Walada e Geydam-Tchoukou. 
     - A missão será fazer uma patrulha aérea sobre a àrea 0609/1216. De modo a salvaguardar a missão, essa patrulha será efetuada numa aeronave civil - Cessna 172. É solicitada a patrulha numa altitude considerável, de modo a não deixar suspeitas. - É PROIBIDO invasão do espaço aéreo da Etiópia, sob o risco se serem abatidos;
    - Se possível, auxiliar no transporte de material logístico.
     
    > Equipa "Charlie": Terão que se fazer deslocar para a área de operações acima designadas - 0609/1216, fazer o reconhecimento avançado da possivel localização dos civis raptados. A área de inserção será designada por vocês.
    ==//====//====//==
     
    02082019 - SAR - search and rescue em ambiente noturno:
     
    Conforme info acima: "De acordo com a intel obtida pelo HVT capturado pelos OE's, sabemos que esta milícia opera entre o Sudão do Sul e a Etiópia (Fronteira Oeste). A informação obtida refere que estão num acampamento improvisado numa área florestal, compreendido entre as cidades fronteiriças de Walada e Geydam-Tchoukou." 
     
    Existem 2 estradas de entrada no país nesta zona do país: Route 28 a Norte, e a Route 32 a Sul.
     
    Tratando-se de uma operação perigosa, estando em risco a vida dos civis raptados, a missão será OPSEC - Especial atenção aos RTO: TRATAR TUDO PELO CALLSIGN!!
     
    - Walada, será atribuído o Callsign "NU" ou "November Uniforme";
    - Geydam-Tchoukou, será atribuído o Callsign "SIGMA";
    - Route 28 - Callsign "ROMEU 8";
    - Route 32 - Callsign "ROMEU 2";
    - Estrada para Sul Walada - "SIERRA 8"
    - Estrada Norte GT - "SIERRA 2"
    - Interseção das duas - "SIERRA 4"
    - Ojetivo SAR - Callsign "HAVOC"
    - LANDING ZONE - Callsing "REDHOT" - Havendo mais que um LZ, deverá ser numerado, p.ex. REDHOT 1, REDHOT 2, etc.
     

     
     
    FASE 1:
    > ALPHA: Posicionar e assegurar "NU", de modo a assegurar "ROMEU 8";

    > BRAVO: Posicionar e assegurar "SIGMA" de modo a assegurar "ROMEU 2"; 

    > CHARLIE: SAR "HAVOC" - eliminar forças hostis que estejam no área e extrair os civis em segurança - Designar HAVOC EXFIL e informar JAGUARES.

    > "JAGUARES":
    Ponto 1: Designar um RPA Pilot: REMOTELY PILOTED AIRCRAFT PILOT: Terá como função guiar a Charlie no SAR ao "HAVOC", e trabalhar em conjunto com o COMANDO na análise e comando e controlo da AO;
    Ponto 2: Manter em prontidão imediata um helicóptero com capacidade CAS e Exfil, para assim que solicitado, fazer o exfil dos civis, no "REDHOT".
     
    Fase 2:
    >>> Assim que e Charlie tenha o HAVOC, ALPHA e BRAVO fazem rendezvous junto da mesma, de modo a possibilitar o transporte da mesma para a safezone - Gororop: 129112, ou caso haja tempo disponível, a Main Base Marey.
     
    Será uma missão de risco, espero o melhor de todos. Se puderem aparecer um pouco mais cedo, agradeço muito. 
     
    INFO Importante: Alpha e Bravo estão autorizadas a utilizar supressores na operação de 02082019.
     
    O COMANDO.
     
  18. Haha
    Waki recebeu reputação de SaLaZaR em Música! Que ouves tu!?   
  19. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em Música! Que ouves tu!?   
  20. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em MINUSS   
    Boa tarde caríssimos,
    Com este início de operações, conseguimos destruir o local de armazenamento do armamento da milícia de Este, assim como cortar as vias de abastecimento do material bélico, que fazia através da "Rota 35", controlando as aldeias que situavam perto da mesma.
     
    > Neste momento, encontram-se em Ari Boudoumini, os Comandos, e a 1ª Secção do 1º Batalhão de paraquedistas, pelo que a terão que planear o ataque conjunto ao ultimo reduto da milícia de Este - Madairi;
     
      
     
    > De acordo com a intel obtida pelos Rangers, existe algures em Salmari, um campo de cultivo de estupefacientes, pelo que  a 2ª Secção dos Paras que se encontra em Kawiya Moustapha, terá que efetuar uma patrulha na área, de forma a encontrar e destruir o mesmo. É possivel que seja uma das formas de financiamento das milicias;
      

     
    > Também de acordo com a mesma intel, em Samari existe uma fábrica de explosivos, assim que Madairi estiver controlada, a missão de uma das equipas - ou ambas, é uma missão de S&D - Search and Destroy, desta mesma fábrica;
     

     
    > Devido à sensibilidade das informações dadas pelo indivíduo capturado pelos Rangers, a missão dos mesmo é CONFIDENCIAL, de modo a salvaguardar a missão.
     
  21. Like
    Waki deu reputação a PCanas em Videos/Fotos Militares   
  22. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em MINUSS   
    OPERAÇÃO "UM DOIS E TRÊS QUATROS"
     
     
    Semana 1: Controlo da Rota 35 - Operação "MAD"
     
    Boa tarde Batalhão,
     
    No seguimento da Press Release acima, segue o Briefing para 11072019 e 12072019:
     
    A FND Armalusa irá ser destacada para o CAMPO CAMARÁ, na vila de Lawan Bachir, que irá ser a nossa "casa" durante as próximas semanas. 
     
    A missão principal da OPERAÇÃO "UM DOIS E TRÊS QUATROS", será uma missão de 3 a 4 semanas, é a neutralização do tráfego de armas da zona centro do Sudão do Sul. O Tráfego de armamento o fornecimento de material bélico à população civil, é o "Core" do nosso trabalho nesta região. A população que se tem demonstrado contra estas milícias, têm sido mortas, raptadas e violadas. Existem relatos de muitas têm sido tidas como 'troféus' dos warlords.
     
    De acordo com a intel obtida na população local, tem havido uma entrada e saída de veículos anormal, de e para, Mimi, sendo um possível local de armazenamento de armas. Mimi foi durante muito tempo, um local famoso pelo fabrico e armazenamento de material de construção, mas sabe-se que foi tomado recentemente pela NAS (National Salvation Front). 
     

     
    > Rangers "Charlie": 
    - Investigar a possivel localização do armamento;
    - Caso se comprove essa evidência, neutralizar os hostis e reaver Mimi;
    - Destruir o possível armamento.
     
    > 1º Batalhão de Paraqueditas:
    - Na 1ª fase, Capturar Maloudi e Moustapha, cortando acesso de possível guerrilhas à nossa a àrea de Operações;
    - 2ª Fase: Deslocação para assegurar a Mesquita de Ari Boudoumiri e controlar a zona. 
     
    > Comandos:
    - 1ª Fase: Capturar e assegurar Lawan Boukar, de forma a assegurar o flanco Este dos Paras
    - 2ª Fase: Controlar a vila de Ariboudoumari.
     
    >FA "JAGUARES":
    - Assegurar a vigilância do espaço aéreo da Área de Operações, com especial incidência a Norte - NW;
    - Assegurar MEDEVAC assim que solicitado.
     
    => Após controlo da Mesquita de Ari Boudoumiri, e Ariboudoumari, é necessário o ataque a Madairi. Madairi é desde à muito, conhecido como um reduto das milícia que controla esta parte do país. Solicita-se máxima precaução a esta localização. 
    Imperativo manter as "infraestruturas intactas", de modo a localizar intel relativo à possível localização dos civis raptados. 
     
  23. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em MINUSS   
    Boa tarde a todos,
     
    Segue abaixo, a Press Release da UNMISS relativo à atividade hostil no Sudão do Sul, e que vai ditar as próximas operações:
     
    https://unmiss.unmissions.org/sites/default/files/press_release_central_equatoria_-_final.pdf
     
    De notar a relevância dos seguintes parágrafos:
     
    " The first coincided with the signing of the peace agreement whenSPLA-IO (RM) and NAS, SSNMC and affiliated armed groups clashed over territorial controling parts of the region. During this first phase, these groups were responsible for killing at least 61 civilians, who were either deliberately targeted or victims of indiscriminate fire during clashes. At least 150 civilians were also held in captivity by these groups, including women and girls taken as “wives” by commanders or raped and beaten by multiple fighters.
     
    The second phase of violence began in January 2019, when the Government launched military operations to dislodge so-called “rebels” from the Central Equatorian region. Government forces carried out a coordinated campaign to displace civilians from areas perceived to be providing material support to NAS and SSNMC, punishing those they suspected of being members or supporters by subjecting them to sexual violence as well as looting and destroying homes, churches, schools and health centres.
     
    Responding to the need to protect civilians, UNMISS deployed an additional 150 troops to the area, enabling it to intensify patrols within Yei town and to outlying communities to deter violence and enable the safe delivery of humanitarian aid. The UNMISS lead representative in the area and the Mission’s Civil Affairs Divisionare also actively promoting reconciliation and peace building activities (...)"
     
     
    O briefing para as próximas semanas irá  ser feito dentro de dias.
     
    Cumprimentos,
      Maj. Salazar
     
     
     
     
     
     
     
     
  24. Thanks
    Waki deu reputação a Braz em Reunião de staff 7/7/2019   
    Boa noite Comunidade,
     
    Antes de mais, o Staff e o Support decidiu em reunião que, a partir de agora, todas as atas das reuniões assim como os eventos nos calendários das mesmas serão públicas, para que a comunidade tenha acesso aos assuntos debatidos em reunião de Staff.
     
     
    Propostas de promoção a Staff
    Propôs-se a promoção do elemento Jaws a Staff. Foi aceite por unanimidade do Staff, mas o próprio optou por ficar como membro de Support.
    Propôs-se a promoção a Staff do elemento Braz. Foi aceite por unanimidade do Staff.
    Propôs-se a promoção do elemento Luso a Staff. Foi aceite por unanimidade do Staff, mas o próprio optou por ficar como membro de Support.
     
    Estrutura do Staff
    A estrutura do Staff e as funções da mesma foram redistribuídas para contrabalançar as mudanças sucedidas.
     
    Documentos de Staff
    Foi entregue aos elementos Pedro, Braz e Jaws a função de rever as regras da comunidade para albergar a nova estrutura militar, assim como a elaboração do documento das regras do Staff.
     
    Eleição do novo Major
    Foi dada a possibilidade aos membros de se candidatarem ao cargo. Com a ausência de candidaturas, foi proposto ao elemento Salazar o cargo de Major. Tanto pela patente de Tenente, como pela antiguidade e pela disponibilidade do mesmo. A proposta foi aceite por unanimidade do Staff e o cargo foi aceite pelo elemento. Passa por isso a ser Major Salazar.
     
    Em relação ao Soldado José
    Ao Soldado José, foi-lhe deixado os cursos aos quais ele participou na avaliação, como estipulado no artigo 11° do regulamento da comunidade.
     
    Curso de Piloto
    Foi consultado o Capitão da Força Aérea para tratar da questão do curso de Piloto. Chegou-se à conclusão que dado ao facto de ser uma função que requira sobretudo experiencia, o cadete passa por um período experimental, e é-lhe entregue o curso assim que o Capitão achar o cadete apto para tal.
     
    Formulário da comunidade
    Para fomentar o diálogo entre o Staff e a comunidade, foi aprovada em reunião de Staff a criação de um formulário, que será fornecida entre cada campanha, para que a comunidade possa dar a opinião em relação à campanha.
     
    Servidores e questão financeira
    Dada a falta de resposta do elemento Micronx, a questão dos servidores e questões financeiras ficaram em Standby.
  25. Like
    Waki deu reputação a SaLaZaR em Videos/Fotos Militares   
×
×
  • Criar Novo...